top of page
  • Foto do escritorEm Foco Mídia

Coleta seletiva


O conceito de preservação ambiental ganhou destaque nos últimos anos. Várias medidas já foram adotadas para evitar danos ao meio ambiente, uma delas é a coleta seletiva de lixo.

A recolha seletiva ou coleta seletiva é o termo utilizado para o recolhimento dos materiais que podem ser reciclados, previamente separados na fonte geradora. Dentre esses materiais recicláveis estão os diversos tipos de papéis, plásticos, metais e vidros.

Algumas ruas, empresas, escolas e até mesmo residências têm lixeiras coloridas padronizadas. As cores seguem um padrão internacional, facilitando a identificação por qualquer cidadão. Mas infelizmente muitas pessoas ainda não se conscientizaram sobre a importância da separação dos lixos ou até mesmo não sabem quais são os materiais recicláveis e as cores que correspondem às lixeiras.


Saiba qual é a lixeira específica para cada tipo de resíduo:

  • Azul – Papel/papelão

  • Vermelho – Plástico

  • Verde – Vidro

  • Amarelo – Metal

  • Preto – Madeira

  • Laranja – Resíduos perigosos – lâmpadas fluorescentes, pilhas – exceto pilhas AA, baterias

  • Brancos – Resíduos ambulatoriais e de serviços de saúde – seringas, agulhas, curativos e outros

  • Roxo – Resíduos radioativos – provenientes de hospitais, usinas nucleares e centros radioativos

  • Marrom – Resíduos orgânicos – restos de alimentos

  • Cinza – Resíduo geral não reciclável contaminado, ou contaminado não passível de separação

Lembre-se: ao fazer a coleta seletiva, você ajuda a preservar e até a melhorar o planeta para as gerações futuras, diminuindo a poluição e preservando os recursos naturais. Seja gentil com o nosso planeta! Em caso de dúvida, procure o posto de coleta mais próximo de sua residência.

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page